Notícia

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação
Segunda, 30 Outubro 2017 11:55
INCENTIVO

Oficina de cálculos para área de ciências agrárias marca quarto dia da Semana de Ciência e Tecnologia

Atividades foram desde de cálculo de estoques de carbono e nitrogênio no solo até matemáticas nas colmeias e no planejamento de experimentos agrícolas

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Alunos de graduação dos cursos de Ciências Agrárias e Biológicas da Ufal, do município de Rio Largo, tiveram um momento diferente de troca de conhecimentos e experiências, nesta quinta-feira (26). Alunos de graduação dos cursos de Ciências Agrárias e Biológicas da Ufal, do município de Rio Largo, tiveram um momento diferente de troca de conhecimentos e experiências, nesta quinta-feira (26). Ascom/Secti
Texto de Geysa Miranda

Alunos de graduação dos cursos de Ciências Agrárias e Biológicas da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), do município de Rio Largo, tiveram um momento diferente de troca de conhecimentos e experiências, nesta quinta-feira (26).Explorando o tema central da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), A matemática está em tudo, representantes da Unidade de Execução de Pesquisa (UEP) da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) promoveram um ciclo de palestras envolvendo a ciência exata na agronomia, agroecologia, engenharia florestal, agropecuária, ciências de alimentos e engenharia de aquicultura.

As oficinas foram desde de cálculo de estoques de carbono e nitrogênio no solo até matemáticas nas colmeias e no planejamento de experimentos agrícolas. A coordenadora da UEP da Embrapa, Walane Ivo, ressaltou que as atividades foram bem dinâmicas. “Cerca de 60 alunos participaram da nossa ação que continuam nesta sexta-feira (27) com o curso de estatística”, afirmou Walane.

Doação de Sangue

Em Maceió, A Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeal), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e equipes do Hemocentro de Alagoas (Hemoal), realizaram oficinas de captação de doadores de sangue, além de palestras que abordaram experiências na área de captação. Todos os doadores passaram por uma triagem hematológica e clínica para verificar se estavam hábitos a doar, como fez Marcelo Granja, servidor da Fapeal, que já estava na sua terceira doação e afirmou que pretende continuar com esse gesto de amor, doando vida. “Acho que deveria ser um hábito de todo cidadão. Quando doamos sangue, praticamos um ato de amor”, disse Marcelo.

Para doar é necessário ter entre 16 a 69 anos, apresentar documento com foto, repouso de no mínimo 6h, não ingerir bebida alcoólica 12h antes da doação, não ter feito tatuagem nos últimos 12 meses e estar em bom estado de saúde. Mais informações por meio do telefone 3315- 2106.Essas atividades fizeram parte do eixo que homenageia o matemático alagoano, Elon Lages. A SNCT em Alagoas é uma iniciativa do Comitê Gestor formado por 38 instituições entre órgãos públicos, universidades, setor produtivo e sociedade civil, sob coordenação da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). As ações seguem até o dia 29 de outubro (domingo) e a programação está disponível no site www.secti.al.gov.br.